Segunda-feira, 15 de Março de 2010

Conferência de Imprensa - Convocatório do XIV Congresso

 

 
Conferência de Imprensa
Começo por agradecer a gentileza de terem aceite o meu convite para esta conferência de imprensa, provavelmente a última que faço na qualidade de presidente do único partido com sede nos Açores e que, sem dependências que não sejam as do interesse geral do nosso Povo, defende há trinta longos anos a nossa autonomia e autodeterminação, no campo do debate democrático.
Terminam três mandatos difíceis, atentas as circunstâncias de todos conhecidas mas que, apesar de todas as contrariedades, conseguimos manter a chama viva, o partido activo e os cidadãos interessados na nossa acção.
 É certo que não tivemos muito apoio eleitoral devido à falta de meios materiais, sempre recusamos financiamentos ilícitos, pois que tal nunca fez parte da nossa postura quer política quer pessoal.
Mas temos razão na defesa dos nossos ideais, tanta razão quanto é certo que, mesmo sem estarmos representados no Parlamento Açoriano, as nossas posições foram consagradas no Estatuto aprovado por unanimidade pelos deputados eleitos e que depois o Tribunal Constitucional chumbou, a nosso ver erradamente, como o futuro há-de demonstrar.
De qualquer dos modos, entendi que chegou a hora de dar o lugar aos mais novos. Por isso, resolvi convocar o Congresso para o dia dez de Abril deste ano, a fim de se proceder a eleições, onde cada militante vale um voto e qualquer deles pode concorrer.
 Para isso, até ao dia dois daquele mês, poderão os nossos militantes apresentar as suas candidaturas e moções de estratégia, a submeter ao Congresso e que ganhe o melhor.
Vou terminar por um agradecimento sentido a todos os Órgãos de Comunicação Social que sempre me acompanharam durante todos estes anos em que dirigi o Partido Democrático do Atlântico e a quem fico a dever atenções e gentilezas que nunca poderei retribuir, pelo profissionalismo, rigor, imparcialidade e isenção com que cumpriram o dever de informar.
E finalmente, e por vosso intermédio, a todo o Povo Açoriano, onde quer que ele viva e trabalhe quero dizer que foi uma honra servi-lo no modesto posto que ocupei, na certeza de que o fiz sem interesses pessoais.
 E os riscos que corri, os custos que paguei por essa missão, levo-os comigo mais como uma condecoração do que outra coisa. Pois servir os açorianos é o maior galardão que qualquer cidadão pode aspirar.
Mais uma vez muito obrigado a todos.
Ponta Delgada 8 de Março de 2010

José Francisco Nunes Ventura

Presidente da Comissão Política Nacional do PDA

 
publicado por PDA NACIONAL às 17:39
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. ...

. MOÇÃO DE ESTRATÉGIA VENCE...

. COMISSÃO POLÍTICA VENCEDO...

. PEQUENO ALOMOÇO COM A COM...

. XIV CONGRESSO - INFORMAÇÃ...

. Conferência de Imprensa -...

. ...

. OS ESTÃTUTOS DO PDA

. 30 anos de História (pel...

. O PARTIDO DEMOCRÁTICO DO ...

.arquivos

. Setembro 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Dezembro 2009

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Junho 2008

. Abril 2008

. Janeiro 2008

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds